segunda-feira, 6 de julho de 2020

E o coronavírus, quando será o pico?

Fiscalização da Polícia Federal vai dizer.

Já começou a caça e a Polícia Federal vai pra cima. Só em São Paulo foi R$ 627 milhões e o governador João Dória declarou que recebeu R$ 87 milhões... E o restante? A PF quer saber onde está o restante do dinheiro.

O governador Rui Costa recebeu só num primeiro momento R$ 370 milhões do Governo Federal para o combate à Covid-19 no estado, mas não publicou no portal da transparência; só publicou R$ 45 milhões. 

Sexta-feira, dia 03, o Presidente publicou no DOU (Diário Oficial da União) e declarou que os Governadores irão ser fiscalizados. Disse ainda, que já foram identificados desvios de milhões na compra de descartáveis pelo Ceará, Amazonas, Maranhão, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais e outros estados do Sul do Nordeste...Todos...


E o coronavírus, quando será o pico?
O "pico" será em março, abril, maio, será em junho, julho ou quando será? Talvez, quem sabe, com a PF nos calcanhares dessa cambada, o "pico" seja finalizado com o fim dos decretos de calamidade pública ou coisa parecida.

Tem muita gente envolvida: Mandetta, governadores, prefeitos, Congresso, STF e a mídia vendida, podre do país.
 
A mecânica foi:
Prenderam todos em casa. Não deixaram o povo trabalhar, acabaram com a liberdade de ir e vir de todos nós, fizeram acordo com as concessionárias de telefonia para saber onde cada um está, estão impedindo que repassem mensagens para mais de uma pessoa pelo WhatsApp, soltaram todos que foram presos em segunda instância, e quem não foi solto nesta, estão sendo soltos agora. São a corja composta de corruptos a ladrões de rua.

Estão endividando o país para nos empobrecer de vez, estão usando remédios importantes na cura do covid-19, (a Cloroquina, por exemplo) na rede privada, mas não na rede pública. Estão prendendo os trabalhadores. Por que?

Todos, sejam jornalistas, parlamentares, governadores, prefeitos, juízes do STF e outros podem falar o que quiserem, mas o Presidente da República, este não pode! E olha que estamos em uma democracia! Por que o presidente tem seus atos e palavras deturpados na imprensa de um modo geral? Queria saber. Ou será que já sei?!

Aí, o que temos visto: gente batendo panelas (ficando no prejú pois acabam amassadas), gente assistindo a programação da Globo, CNN, (onde nada de proveitoso acontece), a maioria nem se deu conta ainda do mal que está sendo preparado contra todos nós.

Já roubaram tiraram o emprego de muita gente, a liberdade, a privacidade, o direito de livre expressão, a segurança, o futuro! Você já se deu conta do que está acontecendo? Não? Queiram ou não já estamos numa ditadura... Para sacramentar o que os comunas querem, basta derrubarem o presidente da República. O Presidente Bolsonaro, para virarmos uma cópia do que é a Venezuela. 

Gente, vamos acordar! Eles não querem o bem do país, eles querem o PODER para acorrentar a todos e ditar as normas deles. Querem igualar a todos (dizem) mas não dizem IGUALAR como. Querem o poder para empobrecer a todos os que não leem na cartilha deles. A igualdade para essa cambada é como na Venezuela: falta comida, salário não existe, pessoas morrendo sem ter o que comer, sem tratamento médico, sem os direitos de cidadão!

Lembra do que disse Zé Dirceu (condenado a mais de 30 anos de prisão e que foi solto pelo STF)? Ele não usou de meias palavras para dizer que "nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar a elerição"

E nós, o que estamos fazendo contra isso? Praticamente NADA! A maioria continua vendo as novelas e os noticiários (sujos) da Globo e da CNN, perdendo direitos e aceitando o que a mídia fala. Vamos desligar a TV. Procure se informar mais. Deixe de lado quem é contra o progresso, a liberdade de tudo o que temos direito.

Não podemos permitir que derrubem o Presidente para que assumam pessoas ligadas aos comunistas, aos que querem benesses para eles e para o povo que se foda.

Se você leu até aqui é porque ainda acredita que podemos sair dessa enrascada deixada pelos governos anteriores, desde FHC até Lula, Dilma e Temer. 

O poder emana do povo, como diz a nossa Constituição. Então vamos fazer valer isso! Em novembro teremos eleições em nossos municípios. A hora é agora. Na hora de dar o seu voto, vote com consciência. Nada de votar em quem lhe deu R$ 50 para complementar uma cesta básica (vendendo o seu voto), ou uma telha, um saco de cimento. Procure saber quem é o candidato. Quem é sua família, se é gente boa em quem se pode confiar. Não vote por causa de favores pessoais que lhe foram prestados. Eles tem que trabalhar para o povo num todo e não para meia dúzia de apaniguados para garantir o voto e a eleição e não fazerem nada durante o mandato. Ficam quatro anos recebendo um dinheirão sem prestar o serviço para o qual foram eleitos. Claro, com algumas exceções. Mas, quem vai descobrir isso é você. OK?

Muitos dos que estão atuando atualmente, a maioria, nada fez nos quase quatro anos de mandato (com raríssimas exceções), estão ali pelo salário que é altíssimo (um vereador em Ipanema, ganha mais de R$ 6 mil, por mês) para fazer o quê? Alguém sabe? Alguém fiscaliza as ações deles? Eles aparecem na sua rua para saber as necessidades da comunidade? É garantido que não!

Garanto que agora, época de eleição, vão aparecer aos montes em sua casa, com promessas que não cumpriram e que nunca irão cumprir se forem reeleitos. Infelizmente é assim que sempre se fez e fazem ainda. Claro, se o eleitor quiser mudar a história, é só não votar por "ser bonitinho", "ah, ele comprou um remédio pra mim", "ele me levou a Manhuaçu", "ele rouba, mas faz alguma coisa"... Votando assim, você não tem do que reclamar. Então, por que não mudar? 

Precisamos mudar. Reeleição apenas para quem realmente trabalhou pela comunidade e não para meia duzia que podem garantir a eleição. Vamos votar em gente nova na política, trocar as cadeiras nas câmaras, pelo menos tentar mudar as caras que estão por lá e que nunca fizeram nada a não ser garantir o salário. E para o povo, uma BANANA!

Acredito, a maioria do povo quer ver um país melhor, bem administrado, com lisura, sem falcatruas, sem roubos, sem armadilhas contra todos nós. Mas, para isso, temos que procurar votar certo e deixar de lado aqueles que estão com mandato e nada fizeram pelo povo que acreditou neles.


É assim que eu vejo a atual situação. Mas podemos mudar tudo isso se votarmos conscientes e sem pagar "favores" custeados pelo nosso próprio dinheiro aos que querem o nosso voto.
Pronto, falei! (Claudio Vianei)

domingo, 28 de junho de 2020

Nosso país está uma bagunça generalizada!

Claudio Vianei
Tenho acompanhado dia a dia o que vem acontecendo no nosso país em se falando da vulnerabilidade que assola nossa economia, nossa saúde, depois que essa tal pandemia se instalou no Brasil. E isso preocupa a cada um de nós.

Não sei se me expresso de forma a ser entendido, mas, embora tenhamos um ministro da Economia considerado um dos melhores do mundo, parece que, com suas declarações de que não há reservas disponíveis, ele não demonstra segurança no campo em que domina. Com isso o mercado sente que há uma fraqueza no setor de economia e, a meu ver, não é nada bom. 

Não sou analista de mercado e nem estrategista mas dá para notar que a gente está de frente com muma crise nesse setor que pode piorar.

E isso só poderá ser minorado se houver uma conscientização dos que comandam a política e a Justiça no país. Os três poderes que deveriam atuar de forma independente e em harmonia, não é o que vemos. Temos o STF interferindo descaradamente nos outros poderes e ditando normas que não são da atribuição daquele poder. E isso é muito sério

O poderes da República não estão se entendendo, estão parecendo que estão em combate constante, causando essa crise  institucional, abrindo brechas para que empresas sejam "compradas" por organizações internacionais que, num futuro próximo, poderão ditar as normas dentro do nosso país. Outra que preocupa a quem tem um pouco de visão sobre o que acontece atualmente é sobre o agronegócio. Se cair em mãos erradas e "essas mãos" tiverem o domínio da nossa produção de alimentos, por exemplo, estaremos sendo obrigados a pagar pelo preço que impuserem ao mercado. Aí, meus amigos, a vaca vai pro brejo e não sai mais de lá.

Falei no conflito entre os poderes da República. Pois bem, enquanto a Câmara e o Senado não se posicionarem a favor do Brasil e realizarem as mudanças necessárias e importantes como a reforma tributária, que vem sendo cogitada há anos, mas não sai do bla-bla-bla, uma outra  é a política; com ela pode muita coisa mudar e acabar com benesses que os políticos criam para si mesmos com o dinheiro do povo (vide o "fundão") e outra é na administração do país. Mas, os interesses pessoais, as broncas contra o Executivo, o querer enriquecer às custas dos impostos que nós pagamos são maiores do que o interesse de servir à Pátria, ao povo que neles votou para por eles ser representado.

Na verdade o país está uma bagunça generalizada e o povo sem saber para que lado corre, para que lado vai. Acreditar em quem?

Está difícil...

O que menos queremos é que a crise pela qual estamos passando, seja aumentada, por culpa de deputados, senadores e o STF que tem agido de forma fora de sua competência que é a de fazer cumprir o que manda a nossa Carta Magna, a nossa Constituição Brasileira.

Quando passar essa pandemia maluca, gerada lá na China e que afeta o mundo todo, muita coisa terá mudado na sociedade, na política, nos bens de consumo e, sobretudo, no comportamento econômico do mundo e não só do Brasil.

Por aqui em Ipanema, cidadezinha do interior mineiro, a crise já está sendo sentida de forma dolorosa. São lojas sendo fechadas, empregados sendo demitidos, os bens de consumo com os preços nas alturas, instabilidade geral.

Para se ter uma ideia pequena da proporção da coisa basta falar apenas de uma empresa que gera centenas de empregos, teve que demitir 40 funcionários de uma só vez. Razão? O que ela produz não está encontrando mercado para seu produto. Não tendo onde colocar o que fabrica não tem como manter seu quadro de funcionários e, claro, acaba demitindo. E como essas pessoas vão sobreviver? Difícil uma resposta ou solução...

Enquanto isso, os políticos não estão muito ou nada preocupados. Mas, que não se esqueçam de que quem mantem as suas mordomias e os salários polpudos que recebem pode acabar se não tiver quem produza para gerar impostos e, se não se mobilizarem para dar um rumo na direção de consertar o que estão fazendo de errado, eles também estarão no mesmo barco e sofrendo os mesmos castigos impostos ao povo.

Que acordem enquanto é tempo.

É isso aí! (Claudio Vianei)

quinta-feira, 30 de abril de 2020

Uma jogada de mestre de Bolsonaro?

Claudio Vianei
A internet, surgida há nem tanto tempo assim, tem nos mostrado a sua serventia (e a sua parte ruim, também) e nos mostra fatos que  há pouco tempo não tínhamos como saber de imediato.

Vejamos: hoje, quando acontece algo que de fato seja importante, a notícia corre muito rápido. As carapuças também são mostradas bem mais depressa do que os encarapuçados queiram. As máscaras caem muito rápido e mostram as caras de quem, às vezes, acreditávamos serem pessoas de respeito, idôneas, honestas...

No episódio em que quero me deter é o que está na mídia de um modo geral sobre a indicação de Ramagem para a pasta deixada por um apadrinhado de Sergio Moro, que, como disse acima, mostrou a sua cara, como de fato ela é. A máscara dele caiu, e de maneira ridícula, triste, indecente mesmo.
Alguém teria dito que Ramagem, por ser amigo de Bolsonaro, teria combinado com ele a sua indicação para a diretoria da PF, sabendo que o STF barraria sua indicação. Pode ser, eu acho. E não foi o que aconteceu?

Se foi uma jogada de Bolsonaro, foi uma de mestre, de estrategista pois, agora, não se concretizando a posse de Ramagem, o presidente terá que indicar outro nome. E será que vão barrar de novo?

Com isso Bolsonaro fez com que o STF ficasse exposto e mostrasse para o povo como é baixo, parcial e vil o STF. Alexandre Moraes, o ministro do STF que, de forma autocrática, barrou a posse do novo a diretor da PF, deve estar agora com cara de otário. Mostrou que não quer o bem do país e que está, também, passando por cima da Constituição pois, a meu ver, está ultrapassando os limites dos poderes da República.

Apesar da interferência desse senhor, mesmo que Ramagem não assuma a diretoria da PF, continuará à frente da ABIN, o que será mais uma vitória do presidente. Bolsonaro terá que indicar, em breve, um novo aliado seu para a diretoria da PF, e será que vão barrar mais um nome escolhido pelo presidente? Se fizerem isso vão ficar mais à mostra, ainda, as intenções desse grupelho de ministros, onde poucos tem a qualificação para estarem onde estão. Para eles a Constituição, a meu ver, não vale nada, não serve para nada, pois são "deuses"!

Eu já disse em outra postagem que Jair Messias Bolsonaro é um privilegiado pois, nunca antes, um presidente da República foi motivo de incomodação por parte da mídia e da política e, tanto a mídia (com raríssimas exceções) como a política, unidas, tentam, derrubar em parceria, unidas, um governo eleito com mais de 57 milhões de votos dos brasileiros que acreditaram em mudanças, com as formas mais medíocres e imundas, dia a dia, sem interrupção, tentam destruir a reputação de Bolsonaro. Mas, a cada bordoada que ele leva, a cada golpe que lhe disparam ele sempre tem uma surpresa para os que tentam derrubá-lo.

Na minha opinião o presidente não tem nada de burro, como muitos desinformados ou mesmo mal intencionados dizem. Se prestarem atenção, suas ações são sempre marcadas por algum tipo de derrota para seus adversários, quer da política, quer da imprensa (dita grande, mas de grandiosidade nada tem) e, para quem não tem noção, um cara que foi aluno da Academia Militar das Agulhas Negras, assim como os generais que compõem o governo com ele, não tem nada de burro.

A Advocacia-Geral da União anunciou que não recorreria da sentença de Alexandre de Moraes, que anulou nomeação de novo diretor da PF. Cargo está vago desde a última sexta.

Bolsonaro afirmou na quarta-feira, dia 29, aos que o  apoiam e a jornalistas, na porta do Palácio da Alvorada, que pretende recorrer da decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF, e voltar a nomear Alexandre Ramagem como diretor-geral da Polícia Federal.

Mais cedo,  foi tornada sem efeito a nomeação de Ramagem e a Advocacia-Geral da União (AGU) havia divulgado nota oficial informando que não recorreria da decisão de Moraes. Com isso, a nomeação de Ramagem estaria derrubada em definitivo, e o governo teria que procurar um novo nome para o cargo.

O presidente foi enfático ao dizer: "Eu quero o Ramagem lá. É uma ingerência, né? Vamos fazer tudo para o Ramagem. Se não for, vai chegar a hora dele, e vamos colocar outra pessoa", declarou Bolsonaro.

Mas, ao que tudo indica, o presidente do STF, Dias Toffoli, recomendou ao núcleo jurídico do governo Bolsonaro que não afronte o ministro Alexandre de Moraes, mas que procurem alternativas mais brandas do Direito para prosseguir com a nomeação de Alexandre Ramagem, para amenizar a situação e Ramagem poder assumir a PF.

Agora é só aguardar para ver o que vai acontecer daqui para diante. Eu volto a falar disso.. (Claudio Vianei)


sábado, 11 de abril de 2020

Os vereadores parece que estão dormindo


Parece que nossa Ipanema está abandonada. Recentemente vimos máquinas estacionadas vários dias em um local, em outro ponto da cidade um tanque de combustíveis de um posto de gasolina da cidade também ficou meses atrapalhando o trânsito no lugar e o dono do dito cujo retirou de lá a hora que bem quis.

Uma cidade igual Ipanema, que tem falta de tanto recurso para saúde e para obras, para que onze vereadores? Por que ganharem salários exorbitantes que chegam a mais de R$ 6 mil?. O erro está em nós mesmos que não cobramos, deixamos que façam o que bem entendam. E o pior disso é que nós é quem pagamos!

Raros são os que ainda tentam fazer algo pelo povo (coisa difícil, sô!). A maioria deles está lá, com o nosso voto, apenas pelo salário. Ninguém apresenta um projeto de lei que beneficie o cidadão. Cobre deles um relatório anual do que fizeram e vai ter uma surpresa: vão apresentar uma folha em branco!

Os vereadores parece que estão dormindo. Ninguém acorda para os problemas que a cidade te e que não são poucos. O município tem um Código de Posturas onde ainda se vê artigos onde diz que "é proibido amarrar animal em "tal" lugar sob pena de ser recolhido ao pátio da prefeitura", entre outros super ultrapassados e ninguém modifica isso.

A prefeitura tem fiscais. Mas eles, a bem da verdade, não fiscalizam nada. Pode-se notar na cidade uma série de irregularidades que deveriam ser anotadas e noticiados os responsáveis mas, por que será que ninguém fiscaliza de verdade?

Caminhões com desaterro, ou areia, ou entulhos, passam pelas ruas centrais da cidade sem a lona (que é obrigatória) para cobrir o material e evitar acidentes... e cadê os fiscais que não veem os comerciantes que fazem das calçadas extensões de suas lojas? Ninguém sabe que eles existem!

Mas, voltando ao vereadores, acho que Ipanema tem gente demais na Câmara. Acho que cinco seria um número bom demais. Dos onze de hoje em dia, os que se sobressaem são, no máximo, uns quatro ou cinco (com exagero) porque os demais chegam nas reuniões, respondem a chamada e nem abrem a boca para falar nada. Entram mudos e saem calados (com raras exceções, como já disse). Talvez se tivéssemos apenas cinco vereadores e com um salário, pelo menos igual ao de um professor, a coisa andasse melhor.

Para ilustrar o que digo, para se ter uma ideia, durante os três anos de mandato desse período de quatro anos só um projeto foi apresentado e aprovado na Câmara.
Nossos vereadores não fiscalizam nada. Não cobram prestação de contas dos prefeitos. Muitos (ou todos) os prefeitos que já passaram por Ipanema nunca foram fiscalizados. Há várias obras iniciadas e não acabadas (e sem verba para terminar), obras que mesmo sem estarem terminadas e que foram inauguradas inauguradas, outras que foram mal feitas e estão necessitando reparos urgentes, outras que estão no meio do mato e que não tem recurso para terminar (vide: obra na Rodoviária, Casa de Cultura, ESF no bairro Julio Cintra, etc...) e, por que os vereadores deixaram isso acontecer? É papel deles fiscalizar o Executivo, as obras., as contas, mas não fazem. Com medo de quê?
Tem explicação?

Menegueli, prefeito de Colatina, no Espírito Santo, aquele que vai junto com os funcionários para a rua ajudar no trabalho, disse em uma entrevista, que nenhum prefeito rouba sem que a Câmara participe. E eu estou achando que ele está coberto de razão, uma vez que os edis não cumprem com seu papel, se não por participação nos erros mas, também, por omissão! (Claudio Vianei)

quinta-feira, 9 de abril de 2020

Difícil, né?

PARA UM ELEITOR...
QUALQUER UM...

Prezado, saudações!
Claudio Vianei
Você está querendo saber qual meu lado político. Pois bem, não tenho mais um lado político e nem político de estimação. Se o cara é honesto, é trabalhador, tem uma família que ele respeita, um cara que goste da sua cidade, que goste de ver as coisas corretas, que não tenha ficha suja, que respeite o seu semelhante, esse sim, pode ser o meu candidato.

Difícil, né? Mas eu acredito que exista gente assim, ainda.
E lado político? Já nem sei o que é isso mais...
Participei, até agora, de todas as eleições no município. Não sei a próxima...  Muita coisa muda de uma hora para outra.

Em política o que a gente vê hoje em dia são jogos de interesses. O sujeito está de um "lado" político, a gente acompanha o mesmo porque  ele se identifica com o que nós pensamos e acreditamos e, de repente, não mais que isso, ele "pula" para o lado que  ele mesmo criticava, que não concordava com o "programa" daquele "lado".

Aí fica a pergunta: "Dá para acreditar que esse político tem compromisso com seus eleitores?" Na minha opinião, não! Se o cara não é fiel aos que nele votaram, o que você  acha?

Infelizmente o cidadão brasileiro, como já ficou provado, idolatra seus políticos e não toma o cuidado de procurar saber que é o CARA!

Tem gente que vota porque o candidato é bonitinho (como me disse uma eleitora), outro, porque o candidato pagou minha conta de energia, ou outros por terem obtido alguma vantagem como ter o tal fulano aviado uma receita médica, dado uma telha, uma sacola de arroz, uma passagem de ônibus para algum lugar, e por aí vai...

Aí o povo quer que o político seja honesto com ele, se ele mesmo foi desonesto consigo mesmo. Na minha opinião, o político se não encontrar quem aceite ser corrompido, pagando pelo seu voto, isso um dia acaba. Mas como acabar se, agora, aproximando as eleições, já há quem esteja se vendendo?

Presenciei um caso aqui na cidade, ode um antigo vereador, ao ser abordado por uma mulher na entrada do prédio da Câmara, (quando ainda era no antigo prédio da prefeitura), querendo umas telhas para cobrir seu barraco que havia sido destelhado na noite anterior por uma ventania...

O vereador (já falecido) disse-lhe na hora:
- Não vou dar nada para vocês. Já fiz muito para vocês todos...
A mulher, tentando convencer o edil, disse-lhe:
- Mas lá em casa são muitos votos pro senhor...
E ele, sem perder a paciência:
- Minha senhora, todos os votos da sua família eu paguei por eles. Fiz isso para fulano, aquilo outro para seu irmão (e foi citando um por um dos votos que ele pagou para se eleger).

Aí é que está o "Q" da questão. Se o eleitor se conscientizasse disso, que os políticos deixam de ter compromisso com o eleitor quando ele paga pelo voto e votasse por acreditar no seu voto e não nas benesses que podem satisfazer um momento, a coisa seria bem diferente. Aceitando a propina do político, depois não tem como cobrar.

É assim que eu vejo.






terça-feira, 10 de março de 2020

Estuprador foi "vítima da sociedade". Verdade?


A reportagem exibida no programa "Fantástico" da TV Globo, no domingo dia 8 de março, fez com que as redes sociais ficassem exaltadas com a aparição do médico Dráuzio Varela abraçando o travesti cujo codinome é Suzy.

A reportagem coloca o sujeito como vítima da sociedade e no drama que encenaram o colocavam como um solitário (ou seria solitária) e que há oito anos não recebia visitas ou qualquer tipo de comunicação.

O menino Fábio tinha 9 anos de idade, e era muito conhecido no bairro União de Vila Nova, Zona Leste da cidade de São Paulo, onde morava. Era um bom menino quqe sempre prestava ajuda a pessoas mais velhas ou em dificuldade. Teve sua vida encurtada por esse pilantra que se faz de vítima e que a Globo não disse quem ele é... nem o Varela!

Rafael Tadeu de Oliveira Santos, o nome verdadeiro de "Suzy", com cerca de 20 anos de idade, abusou sexualmente de Fábio, praticando sexo oral e anal com ele e, para se manter impune, matou o garoto Fábio, estrangulando-o, escondendo o corpo em sua própria casa.

Dias depois, com o corpo já em decomposição, Suzy abandaonou o corpo em um terreno perto da residência da família do garoto e foi informar quqe tinha encontrado um corpo ali perto. Mas a Polícia não acreditou e começou a investigar e o resultado foi que o criminoso foi condenado a 36 anos de cadeia

A Globo, que vive atentando contra a moral, contra a família, tentou "vender" para o povo a imagem de  que o tal indivíduo é um bom presidiário. Dane-se ele!

A reportagem criou uma comoção nacional em torno do caso, mas a emissora dos Marinho, não contou por qual crime "Suzy" está ali na prisão. Não contaram que seu crime foi estuprar uma criança de nove anos, estrangulá-la e depois esconder o corpo. Um crime triplamente qualificado.

A revolta foi geral. Principalmente depois que se soube que após a reportagem "ela" recebeu 234 cartas e até bombons... A deputada Janaína Paschoal, em sua página na internet cobra retratação da Globo sobre o caso.

A família da vítima não foi procurada pelos Direitos Humanos; não foi procurada pelas autoridades que deveriam dar-lhes guarida e apoio. A mãe daquele menino assassinado por esse monstro nunca foi procurada por ninguém...

Covid-19 na Itália, segundo um brasileiro

Infelizmente a situaçãona Itália não está fácil. 

Uma pessoa, brasileira, moradora na Itália, enviou
texto um tanto preocupante. Veja o que ela diz: 

"Quero compartilhar com vocês as últimas notícias, não para assustá-los, mas como forma de alerta mesmo. Isso, porque até poucos dias atrás, as coisas pareciam estar "sob controle", apesar de subir o número de contagiados.
Em rede nacional tivemos um novo comunicado presidencial colocando a Itália oficialmente em estado de emergência nacional por 6 meses.

Chegamos a  mais de 5.700 casos do coronavírus, dos quais já foram registradas mais de 400 mortes e mais de 500 pessoas curadas. Os  hospitais estão atolados de gente e não tem mais onde internar as ninguém ...


Todos os lugares públicos  que promovem aglomeração de pessoas como shopping,  escolas,  academias, supermercados, grande magazines, teatro , cinema, bares, discotecas, restaurantes estarão fechados. (os  supermercados poderão abrir de segunda a quinta e a nós será permitido somente um componente por família para fazer as despesas). Quem não obedecer às medidas por parte de comerciantes ou clientes, serão punidos com multa e, se necessário, reclusão de até 6 meses.  

A partir de agora estamos realmente assustados porque até então, alguns desses lugares públicos não estavam sendo restritos... Minha filha Aurora está tendo aulas online em casa através do computador, e assim está sendo em todas as escolas de toda a Itália.


Já são 463 mortes em toda a Itália e a quarentena foi ampliada em todo o país! A Itália está praticamente parada!

A Economia dos países onde o covid-19 se alastrou está complicada: os mercados com as prateleiras vazias (ou quase) e o comércio praticamente parado.  Todos estão fazendo o impossível para conter esse mal...




As empresas estão em pânico.  A economia e o turismo na Itália estão no chão. As cidades estão vazias. Estamos proibidos de entrar em vários países da Europa. Até  o exército italiano foi convocado para se posicionar às ruas perto das fronteiras para evitar o deslocamento de italianos em outros países. Estamos vivendo um momento assustador realmente, mas estou informando à vocês porque infelizmente o vírus está se espalhando em todo mundo facilmente e logo chegará até vocês . Hoje são alguns casos perdidos no Brasil, mas a coisa tende a se alastrar. Peço que tenham cuidado, que se previnam, que ajudem a divulgar...  Evitem horários de pico em lugares cheios de gente porque, assim como está se espalhando por todo o mundo, chegará aí também, infelizmente.
Nos momentos de dificuldade os gestos de solidariedade do povo chinês para com os napolitanos.





Se no início as pessoas forem conscientes, acho que fica mais fácil conter a epidemia. Se cuidem! Principalmente os mais velhos, acima de 65 anos. (Aqui os velhinhos estão proibidos de sair de casa porque são os mais frágeis e prováveis vítimas e, de fato, a maioria dos casos de morte são de idosos)... Que Deus nos ajude!

Seis mil máscaras foram distribuidas ao povo, gratuitamente, num gesto solidário dos chineses para com o povo daquela cidade italiana.

Lavar as mãos constantemente, principalmente ao sair de uma condução, ao manusear dinheiro, ao chegar em casa após chegar do trabalho, lavar as mãos com sabão esfregando como divulgado pela Saúde do País ou da sua cidade.
Agora não é  hora de fazer piadinhas nas redes sociais com o que está acontecendo porque a coisa é mais seria do que podemos imaginar e eu tenho medo pelo Brasil. Não sei se somos um país sério o suficiente para combater uma verdadeira epidemia como essa, não sei se temos estrutura para isso e não sei se o brasileiro tem disciplina para enfrentar um caos desse. 

Compartilhem, porque quanto mais gente souber da gravidade da coisa, melhor para iniciarem a prevenção.

Visite nosso site: www.jornaldebolso.com